Dê ouvidos à Palavra de Deus!
Ouça e pratique essa Palavra! Tolo é quem não o faz!
Ouça a Palavra de Deus, creia na Palavra e guarde-a em seu coração.
Esteja enraizado nela, e a coroa da vitória lhe está garantida!,
“Permaneça em vós o que ouvistes desde o princípio. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis vós no Filho e no Pai” (1 Jo 2.24).



Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. Provérvios 31:30

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Lucas 10:29-37

Mas o perito na lei, querendo justificar-se, perguntou a Jesus:
“E quem é o meu próximo?” Em resposta, disse Jesus: “Um homem
descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de
assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram,
deixando-o quase morto. Aconteceu estar descendo pela mesma estrada
um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado. E assim
também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro
lado. Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se
encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele.
Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e
óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma
hospedaria e cuidou dele. No dia seguinte, deu dois denários ao
hospedeiro e lhe disse: ‘Cuide dele. Quando eu voltar lhe pagarei
todas as despesas que você tiver’. “Qual destes três você acha que
foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?” “Aquele
que teve misericórdia dele”, respondeu o perito na lei. Jesus lhe
disse: “Vá e faça o mesmo”.


 
   O extraordinário na história do bom samaritanto não é tanto o
que ele fez, mas, o que ele não fez. Ele não passou de largo. Ele
não ignorou. Ele não lembrou de todas suas obrigações e afazeres.
Ele não tratou como havia sido tratado provavelmente diversas vezes
em sua vida. Dificilmente haveria dois grupos mais dividos por ódio
e rancor do que samaritanos e judeus. Mas, este samaritano fez do
seu inimigo judeu seu próximo, e o tratou com um amor mais genuíno
que os "espirituais" do próprio povo do homem sofrido. Para isso o
samaritano não precisava de dons milagrosos, fé extraordinária ou
treinamento de ponta. Ele só precisava ter suas prioridades em
ordem. O perito na lei revelou suas prioridades pela pergunta que
fez a Jesus - quem é o meu próximo?. Ele presumiu que haveria
opções. Se podemos escolher quem vamos amar, não precisa de muita
imaginação para saber quem ficará de fora. Tem alguém que você já
decidiu que não é seu próximo? Você não percebeu que, na ótica de
Deus, você ainda é o próximo dele? Do ponto de vista do Reino dos
Céus, neste lugar tão pequeno que chamamos o mundo - ninguém está
distante de ninguém. E diante do sacrifício de Jesus - todos somos
próximos.

ORAÇÃO:
   Senhor benigno e compassivo, perdoe-nos por tantas vezes que
ignoramos nossos próximos porque conseguimos enquadrá-los como
inimigos, desmerecidos ou simplesmente estranhos para nós. Que
possamos começar a enxergar o quanto somos realmente próximos,
unidos pelo amor de um só Pai e chamados à salvação de um só
Salvador. Em nome de Jesus oramos. Amém.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

6 Maneiras de Alavancar Sua Vida Devocional


Há momentos em que, por qualquer motivo, a nossa vida devocional fica estagnada. A leitura bíblica parece ser uma tarefa colossal, nossas orações ficam mornas e fracas, e nosso amor por Deus diminui. Sentimos que estamos presos em uma rotina espiritual, como se não tivéssemos nenhuma tração na alma, como se estivéssemos apenas girando em nossas rodas espirituais. Estes tempos de estagnação podem ser incrivelmente frustrantes e desanimadores.

Você está em uma rotina espiritual? Aqui vão algumas dicas práticas para inflar sua vida devocional de novidade e vigor.


Ore! Ore! Ore!


Todas as dicas práticas no mundo não farão um pingo de diferença se Deus não agir poderosamente em seu coração. Deus não pode ser controlado. Ele não é um gênio pessoal que pode ser convocado ao seu comando. Ele não pode ser resumido ou contido em uma simples fórmula. Mas, ele promete responder nossas humildes petições. Ele é um bom pai que ama dar boas dádivas aos seus filhos. Em Lucas 11.13, Jesus disse:

Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?

Deus ama nos dar o Espírito Santo, mas temos de pedir! Se a sua vida devocional está estacionada, humildemente confesse sua frieza de coração a Deus e peça-lhe para soprar uma afeição incandescente em você.


Leia um livro

Ver os esplendores de Deus pelos olhos não turvados de outra pessoa pode ser extremamente útil. Uma das maneiras de ver Deus através dos olhos de outra pessoa é ler um livro. Muitas vezes nossa visão de Deus está confusa e obstruída pelas circunstâncias da vida. Ler um livro nos permite estar sobre os ombros de alguém e ver acima de toda a confusão. Se a sua vida devocional é fraca e obstruída, faça uma pequena pausa em sua leitura regular da Bíblia e passe algum tempo saboreando um bom livro. Eu recomendo qualquer um dos livros dessa lista.


Leia os Salmos

Os Salmos são uma seção intensamente devocional das Escrituras. Os autores dos Salmos experimentaram os altos e baixos da vida e se encontraram com Deus no meio desses altos e baixos. Eles experimentaram a fidelidade de Deus nos tempos de seca e nas temporadas de fertilidade. Se está faltando robustez em sua vida devocional, tente gastar algum tempo nos Salmos.


Inicie um plano de leitura bíblica

Muitas vezes nossas devoções não têm solidez porque não as planejamos adequadamente. Vagamos de versículo a versículo, lendo um pouco aqui, um fragmento dali, mas nunca fazendo um progresso real através da palavra de Deus. Se isso descreve suas devoções, talvez você precise de um plano de leitura bíblica para coloca-lo no caminho. O site da Sociedade Bíblica do Brasil tem alguns planos para você começar. Se a sua vida devocional está sem direção tente iniciar um plano de leitura da Bíblia.


Abandone seu plano

Alguns de nós gostamos de planos um pouco demais. Gostamos de fazer listas e, em seguida, riscar os itens delas. Gostamos da sensação de progresso, de avançar, de terminar algo. Aplicamos o nosso amor em planos para a leitura bíblica e, assim, lemos a Bíblia todos os anos como um relógio preciso. Isso é uma coisa boa, não me interpretem mal. Mas há momentos em que precisamos abandonar nosso plano e simplesmente acalmar nossa leitura da Bíblia. Para nos deliciarmos e saborearmos um capítulo ou uma seção, ou apenas um versículo. Se estiver sentindo sua vida devocional muito rígida e dura, tente abandonar seu plano por um tempo.


Mude seus métodos

A maioria de nós lê a Bíblia. Afinal, a Bíblia é um livro e os livros são feitos para serem lidos. Sem argumentos meus aqui. Mas lembre-se, uma parte significativa das escrituras foi originalmente destinada a ser ouvida. As cartas apostólicas eram lidas em voz alta nas igrejas. Os Salmos eram lidos em voz alta nas sinagogas. A Escritura era para ser tanto lida quanto ouvida. O site Bíblia Online permite ouvir a Bíblia em vez de lê-la. Se sua vida devocional está tornando repetitiva, tente ouvir a palavra de Deus. Faça anotações enquanto ouve

Lucas 10:25-26

 Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à
prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a
vida eterna?” “O que está escrito na Lei?”, respondeu Jesus. “Como
você a lê?”



   “Como você a lê?” Com esta pergunta, o supremo criador, o autor
não só da salvação, mas de toda a Escritura, pergunta a um mero
homem o que a Palavra de Deus quis dizer. Se o escriba que fez a
pergunta soubesse com quem ele falava, ele não teria pronunciado
uma só letra. No entanto, quantas perguntas nós já fizemos com a
intenção de prender ao invés de aprender? Quantas asseverações já
fizemos não para ensinar, mas, para exaltar a nós mesmos? É com
razão que a Bíblia alerta que poucos devem ousar ser mestres,
"sabendo que havemos de receber maior juízo." (Tiago 3:1) Será que
Deus está escutando menos hoje? Ou será que nós esquecemos que
"como nós lemos" será um dia julgado pelo próprio Autor de tudo?

ORAÇÃO:


   Misericordioso Deus, por favor, esqueça de todos os meus erros
de ensino. Quando eu errar, por favor mande alguém para me
corrigir. E conceda-me a humildade para ouvir e apreender. Não
posso deixar de usar o dom que o Senhor me deu. Mas, posso deixar
de me enganar quanto à minha própria sabedoria. Obrigado por me
lembrar do meu lugar no plano do Senhor. Em nome de Jesus eu oro.
Amém

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Lucas 10:19-20

   “Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões,
e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano. Contudo,
alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque
seus nomes estão escritos nos céus”.
 
 Jesus fala daquilo que é realmente importante. O exercício de poder sobrenatural impressiona
os homens. Expulsar demônios ou resistir aos ataques do inimigo
chamam nossa atenção. Contudo, para Deus o prodígio infinitamente
maior é a salvação de uma alma. Entre todos os milagres que Deus
pode fazer, este Ele só faz com a cooperação do homem. Este
prodígio depende de um relacionamento pessoal com Deus. Como Fred
Craddock lembrou em seu comentário sobre Lucas, "Nossa alegria
maior deve ser, não que tenhamos certos dons ou habilidades, mas,
que Deus nos recebeu e nos aceitou, que nossos nomes estão
arrolados nos céus'." Esta alegria é maior porque é a prova maior
do amor de Deus por meio de Jesus. E esta alegria durará pela
eternidade. Que possamos medir todas as outras alegrias das nossas
vidas por essa.

ORAÇÃO:

   Santo Deus, maravilhoso Pai, obrigado, obrigado, obrigado por
Jesus. Como é que o Senhor teria nos persuadido do tão grande amor
do Senhor por nós, se não fosse por Jesus? Que a alegria da nossa
salvação seja restaurada por essas palavras de hoje em diante. Que
nunca esqueçamos que um relacionamento genuíno e pessoal com o
Senhor é o maior presente que um filho pode receber. E o Senhor nos
deu este relacionamento por meio de Jesus. Obrigado. Em nome de seu
Filho Amado oramos. Amém

domingo, 20 de outubro de 2013

Lucas 10:7-8

“Fiquem naquela casa, e comam e bebam o que lhes derem, pois o trabalhador merece o seu salário. Não fiquem mudando de casa em casa. Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam o que for posto diante de vocês.”


O “salário” dos primeiros missionários era comida e hospedaria, e só. Por que Jesus vetou a mudança de casa em casa? Porque ele não queria expor os missionários à tentação de comparar sua compensação. Daí há pouco o Evangelho seria apenas mais uma mercadoria. Será que os obreiros de hoje ficariam satisfeitos com o que seus irmãos do passado recebiam? Há uma tentação de estar sempre de olho em “pastos mais verdes”. Um certo raciocínio leva alguns a concluírem que o Senhor confirma o chamado pelo aumento do salário. Que possamos escutar o alerta de Jesus para seus servos. O inimigo sabe que não vai impedir alguns de pregar, mas, se conseguir transformá-los em mercenários, sua mensagem perderá seu poder e eles eventualmente perderão sua fé (1 Tim 6:3-10). É contra este perigo que Jesus alertou os discípulos. Que tenhamos ouvidos para ouvir porque corremos este risco hoje mais do que nunca.


ORAÇÃO:
Senhor Deus, eu não preciso de dinheiro ou bens para lhe servir. Eu só preciso de Jesus. Às vezes sinto que quanto mais “coisas” eu tenho, menos eu confio em Jesus. Não permita que eu perca minha fé por causa de bens ou dinheiro. Em nome de Jesus eu peço. Amém.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Lucas 9:61-62

Ainda outro disse: “Vou seguir-te, Senhor, mas deixa-me primeiro
voltar e despedir-me da minha família”. Jesus respondeu: “Ninguém
que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o Reino de
Deus”.


PENSAMENTO:
   O trabalhador, abrindo a terra com o arado, tem que olhar sempre
para a frente, senão ele se desvia e o sulco sai torto. Será que o
homem voltando a se despedir da família não seria distraído com
outro compromisso, e outro e outro…? Quantas vezes nós nos
comprometemos com Jesus e daí vem uma ligação, um convite, uma
“oportunidade imperdível”? Só tempos depois vemos o quanto fomos
desviados do Caminho. Quando Jesus nos chama a firmeza na decisão
de segui-lo ele está nos fazendo um favor. Cada desvio no caminho,
e há tantos, nos leva mais distante do nosso verdadeiro alvo – o
Reino de Deus.

ORAÇÃO:
   Ó Senhor da minha vida, quantas vezes fui distraído e desviado
por coisas boas, porém, não necessárias? Só uma coisa me falta –
sentar quando é para sentar e andar quando é para andar bem junto
de Jesus. Ele é tudo que eu preciso. Obrigado por me lembrar disso.
Em nome do Cristo eu oro. Amém.